“Nada é pra sempre, vamos zerar e recomeçar (…)”

Demonstro amor quando sinto, escancaro para todo mundo ver. Não tenho vergonha de mostrar, nunca tive. Distribuo sorrisos, abraços e afagos.

Mas me fecho quando sinto dor. Proteção? Talvez… Não gosto da sensação de todos a minha volta querendo saber se to bem, se vou ficar bem.

Para o mundo todo eu to bem sim, foi só um tombo, já passei mertiolate e já vai cicatrizar.

Mais lá no fundo, eu não to bem não. Ta doendo para cacete. Os remédios nãos estão adiantando. E vai demorar muito para cicatrizar. Mas não vai ser para sempre, não vai matar. Como eu disse foi só um tombo, dos grandes, mais não dos piores.

Não posso me enganar, tenho plena certeza do que sinto e do quanto ta sendo dolorido todas essas marcas que ficaram. Mas já dizia os sábios, o tempo cura tudo. Todas as dores, todas as feridas. Então eu deixo nas mãos do tempo, deixo que ele cure tudo isso, e peço para que ele seja rápido. Porque não sou dessas de ficar mal por muito tempo não, quando cura, já era. To pronta para outra.

E por enquanto eu fico com o sorriso no rosto, porque ninguém precisa ver minhas lágrimas.

 

Nathalya Monteiro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s