#PHpoemaday: Desafio 7- Espinhos

Palavras que ferem a alma, são como cactos ferindo suas mãos. Elas dilaceram sentimentos e fazem sangrar seus sonhos. O vermelho vivo escorre por entre os dedos, deixando marcas profundas na pele – e no coração. Difícil é conseguir viver a sombra disso. No canto da mesinha, onde há minha coleção de vasinhos com cactos de todas as espécies e tamanhos, eu guardo as palavras proferidas que me fizeram adoecer. Com eles estão todos os sentimentos e sonhos, um dia tão vivos em mim. É com eles que me vejo agora.

– Luana C.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s