#MLI2016: TBR -Maratona Literária de Inverno

mli2016

Hey,

Voltei e dessa vez é para falar da #MLI2016, participei da edição do ano passado, e estou aqui novamente participando e espero não flopar rsrs.

A Maratona vai ter toda a interação através do Twitter e começou hoje e vai até o dia 31. O intuito da maratona é ler mais, desafiar nossos limites e ler aqueles livros que estão encalhados na estante. Mas com uma interação bacana entre os leitores, com desafios e semanas temáticas.

Vou deixar aqui o vídeo do Victor explicando um pouco como vai funcionar, infelizmente as inscrições já estão fechadas, mas quem quiser pode participar do mesmo jeito, só não vão conseguir participar dos sorteios, mas vale a pena participar da mesma forma.

Como vou participar de outra maratona no meio dessa ( ainda essa semana rola post aqui também explicando), tive que montar minha TBR de uma forma que conseguisse encaixar os desafios das duas, e com os livros que já estavam na minha estante. Minha meta dessa vez são 8 livros, um a mais do que do ano passado e espero conseguir bater a meta rs.

As semanas temáticas desse ano são:

-Semana 1: Encalhados: Livros que estão na estante há mais de um ano.

-Semana 2: Hype: Livros que receberam uma quantidade grande de promoção; que foram muito falados.

-Semana 3: Outros Mundos: Livros que se passam em outros universos, planetas e/ou realidades

-Semana 4: Diversidade: Livros com elementos ou personagens que representem diferentes culturas, costumes e/ou etnias

Minha TBR:

IMG-20160628-WA0001.jpg

  • Amor Amaro – Jennifer Brown
  • Querido John – Nicholas Sparks ( Semana 1 )
  • História de nós dois – Dani Atkins ( Semana 2 )
  • O Que há de estranho em mim – Gayle Forman
  • O Morro dos ventos uivantes – Emily Brontë ( Semana 3 )
  • Orgulho e Preconceito – Jane Austen
  • Harry Potter e O enigma do Príncipe – JK Rollings ( Semana 4 )
  • Persuasão – Jane Austen

E aí alguém aqui vai participar também? Qual a TBR de vocês? Me contem aqui nos comentários, e dessa vez vai rolar resenha de todos os livros sim, meta pessoal dessa vez hahaha.

Xx Nathy Monteiro

 

Anúncios

#ResenhaDupla: Harry Potter – A Câmara Secreta / O Prisioneiro de Azkaban

20160503_074124

Hey Pessoas,

Como vocês já sabem, estou participando do lendo Harry Potter ( relendo no meu caso), projeto da Ju do Nuvem Literária. Eu to lendo junto com o grupo mas não postei a resenha do Câmara Secreta ( lido em março ) e resolvi postar junto com o a do Prisioneiro de Azkaban ( lido em abril ) para ficar tudo completo por aqui 🙂

Harry Potter e a Câmara Secreta

20160503_074230

Harry volta a rua dos Alfeneiros 4, para mais um ano de férias na casa de seus tios trouxas. Como sempre sua estadia é péssima e ele só deseja voltar logo para escola. No dia do seu aniversário de 12 anos nenhum dos seus amigos lembra de enviar cumprimentos, carta ou um bilhete qualquer, esse sem dúvida estava sendo o seu pior aniversário e para completar, seu tio Valter tinha um jantar profissional em casa. Harry como sempre precisava ficar “invisível”, como se não fizesse parte daquela família.

Ao entrar em seu quarto com a intenção de fazer o mínimo barulho possível, Harry é surpreendido por uma criatura de orelhas grandes, olhos esbugalhados verdes do tamanho de bolas de tênis. O nome dele é Dobby, um elfo doméstico que foi lhe pedir para não voltar a escola de magia, pois estaria correndo um grande perigo. Harry claro não dá ouvidos ao elfo e o mesmo arruma um jeito de arruinar o jantar dos tios, com o intuito de proibir que o menino vá a Hogwarts. E claro Dobby consegue, e deixa Harry em uma situação delicada e em um castigo perpétuo com direito a grade na janela e tudo mais.

A sequência da série é ainda melhor, novas artimanhas do mundo mágico são apresentadas e um Harry mais atento e por dentro de sua verdadeira identidade. Outro ponto muito bacana do livro é a amizade com Rony e Hermione, esses se mostram ainda mais leais ao bruxinho, e na minha opinião essa é a grande mensagem do livro.

Esse é o livro onde nos familiarizamos mais com os personagens e o seu mundo mágico. Já estamos adaptados a Hogwarts e isso faz com que a leitura flua melhor. A trama é muito bem construída, com bastante mistério e suspense. É impossível não amar Harry e sua turma.

São as nossas escolhas, mais do que as nossas capacidades, que nos mostram quem realmente somos.

 

AUTOR(A): J.K ROWLING

EDITORA: ROCCO

ANO: 2015

PÁGINAS: 252

NOTA: 5/5

 

Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban

20160503_074142

Harry está sobrevivendo a mais um verão terrível na casa dos tios. Para piorar ainda mais, tia Guida resolveu visitar a família e como uma legítima Dursley, a mulher detesta Potter e faz de tudo para irritar o garoto. E é no meio de um jantar que Guida começa a insultar os pais de Harry e sem conter a raiva ele acaba lançando um feitiço contra tia. Depois ele resolve sair de lá, sem nenhum lugar para ir.

Harry acaba no beco diagonal, depois de uma viagem bem eletrizante. Lá o menino encontra o ministro da magia, que estava lá para proteger Potter de Sirius Black, um perigoso fugitivo de Azkaban e ao que tudo indica está atrás de Harry.

Mesmo com todas essas questões, o menino volta para seu terceiro ano em Hogwarts, mas as coisas estão um pouco diferentes por lá. Harry tem que se esforçar ainda mais nas partidas de quadribol, e ainda tomar muito cuidado com os guardas de Azkaban, que estão por todo o território da escola a procura de Sirius.

Com certeza esse é um dos melhores livros da saga. Harry está crescendo e é notória a evolução só bruxinho. O livro conta também com novos elementos, conhecemos ainda mais Hogwarts e os mistérios que a escola guarda. E o final é de tirar o fôlego, mesmo para quem está relendo.

Pode se encontrar a felicidade mesmo nas horas mais sombrias, se a pessoa se lembrar de acender a luz.

AUTOR(A): J.K ROWLING

EDITORA: ROCCO

ANO: 2015

PÁGINAS: 318

NOTA: 5/5

No final do mês eu volto com a resenha do meu livro favorito da saga 😉

 

XxNathy Monteiro

 

 

#DesafioLiterario2016: Janeiro

desafio literario

Hey,

Tudo Certo? Como prometido e com um certo atraso rs ( já to finalizando as leituras de fevereiro) segue as resenhas do desafio literário de Janeiro. Foram os 2 únicos livros que li no mês e amei. Agora chega de blábláblá e vamos ao que interessa.

#Desafio Opcional: Um Livro com no mínimo 400 Páginas

rainha vermelha

Sinopse: O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses.
Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?
Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe – e Mare contra seu próprio coração.

Ganhei esse livro de aniversário de uma grande amiga ( Obrigada Jojo ) e quando vi os temas do desafio fiquei super feliz que ele se encaixava logo no primeiro mês pois estava mega ansiosa para ler.

Mare Barrow faz parte de uma sociedade desigual, separados em Prateados ( sangue nobre e com poderes ) e Vermelhos ( classe operária sem poderes). Mare é uma vermelha pobre, que rouba para manter sua família. Os vermelhos quando fazem 18 anos e não exercem nenhuma função para ajudar a comunidade, são mandados para a guerra dos Reinos. Mare está prestes a completar essa idade e como não tem nenhuma função está apavorada em ter o mesmo destino de seus irmãos. Como já não bastasse todo o desespero de ter que ir para a guerra, ela descobre que seu melhor amigo acabou de perder sua função e será enviado também para os campos de batalha.

E é ai que começa uma incrível e arrebatadora história de lealdade, amor, uma batalha que só Mare é capaz de enfrentar. E aos poucos a menina vai descobrindo coisas que nem ela sabia sobre si mesma.

A rainha vermelha é uma distopia inteligente, bem construída. A autoria criou um mundo invejável, com características distintas, mescladas a um só enredo. Em um único livro você é capaz de encontra um sistema monárquico, poderes sobrenaturais, revoluções políticas e uma pitada de romance.

Mare Barrow é uma personagem completa, uma menina/mulher com ideais, que batalha por seu povo até o fim. Achei Mare um pouco parecida com Katniss de Jogos Vorazes. Na verdade achei o livro um mesclado de Jogos Vorazes e A Seleção porém mais completo, mais detalhado com personagens bem construídos e enredo brilhante.

O livro faz parte de uma trilogia e o segundo livro já está as vendas 😉

Autor(a): Victoria Aveyard

Editora: Seguinte

Ano: 2015

Páginas: 424

Nota: 5/5

#Desafio Obrigatório: Um Livro de Suspense

noiva fasntasma

Sinopse: Certa noite, meu pai me perguntou se eu gostaria de me tornar uma noiva fantasma…
1893. Li Lan é uma jovem que recebeu educação e cultura, mas que vive sem grandes perspectivas depois da falência de seus pais. Até surgir uma proposta capaz de mudar sua vida para sempre: casar-se com o herdeiro de uma família rica e poderosa. Há apenas um detalhe: seu noivo está morto.
A Noiva Fantasma é o surpreendente romance de estreia de Yangsze Choo, a escritora de ascendência oriental que está encantando fãs por todo o mundo.
Por mais fantásticas que pareçam, as noivas fantasmas ainda resistem até hoje em parte da cultura asiática. A prática, que chegou a ser banida por Mao Tsé-Tung durante a Revolução Cultural, foi muito frequente na China e na Malaia (hoje Malásia) no final do século XIX. O casamento era usado para tranquilizar um espírito inquieto, e garantir um lar e estabilidade para as mulheres que diziam sim a maridos já falecidos. É claro que elas tinham um preço alto a pagar, e com Li Lan não seria diferente.
Evocando obras como Lugar Nenhum, de Neil Gaiman, essa obra é uma história impressionante sobre o amor sobrenatural e sobre o amadurecimento, escrita por uma extraordinária nova voz da ficção contemporânea.

A história conta um romance sobrenatural com foco na cultura malaia e suas lendas. Para quem curte esse cenário é um prato cheio. Eu sempre tive muita curiosidade sobre algumas culturas da Ásia e seus elementos e gostei muito de saber um pouco mais dessas culturas tão “estranhas”, mas que são praticadas até hoje.

Li Lan é uma jovem alfabetizada por seu pai e educada por sua Amah ( uma espécie de Babá na cultura Malaia ), órfã por parte de mãe, Li lan convive pouco com seu pai pois o mesmo se isolou em seu escritório após a morte da esposa. Porém em um noite aleatória ele pergunta a filha se ela gostaria de se tornar uma noiva fantasma.

A história vai se aprofundando e vamos conhecendo mais sobre os costumes Malaios e um dos seus hábitos é passar adiante os bens de família por meio de casamentos. Logo no inicio fica claro que a família de Li está falida, por conta do afastamento de seu pai dos negócios e do mundo em si e um bom casamento poderia salvar sua casa.

Sem esperar Li Lan é convidada para ir a casa dos Lim jogar Mahjong e é durante sua estada na casa que ela conhece o jovem Tian Bai e se vê encantada pelo rapaz.

O romance é muito bem construído e o sobrenatural é incrivelmente explorado, com boas doses de suspense, mistério e fatos que nos deixam com o coração na boca. A escrita de Yangsze Choo é cativante e flui tranquilamente.

O livro é encantador e autora não deixa nenhuma ponta solta e nenhuma dúvida no ar, super recomendo a leitura. Amei conhecer um pouco mais dessa cultura tão diferente e misteriosa.

Autor(a): Yangsze Choo

Editora: DarkSide Books

Ano: 2015

Páginas: 360

Nota: 4/5

E aí já leram algum desses livros? Tem alguém participando do desafio também? Me contem nos comentários.

Xx Nathy M.

#Resenha: Leituras Recentes

 

2015-02-19 11

Hey pessoal!!

E aí como foi de carnaval? hahaha.. Desculpem a ausência mais né fui curtir um pouco a folia. E como só volto a trabalhar daqui a uns dias, resolvi postar um pouquinho aqui, sei que estou bem sumida rsrsrs.

Bom desde o ano passado eu li alguns livros e não consegui postar as resenhas aqui, então como fiz já uma vez, vou fazer um post compacto com as minhas últimas leituras e prometo já trazer uma resenha completa na próxima semana rsrs.

Chega de Blabláblá e vamos ao que interessa.

livro1

-Se você realmente ama uma pessoa – prosseguiu Claudia -, deve estar preparado para aceitá-la como ela é. Você pode até esperar que um dia ela acorde e faça aquelas mudanças, mas pelos próprios motivos dela.”

Quando comecei a leitura, confesso que bocejei e de cara não simpatizei com Don, o personagem principal da trama, mais ao decorrer da história fui me identificando com ele, e na última página já estava chorando e querendo um Dom para chamar de meu rs.

Don é um geneticista que dá aula em uma universidade da Austrália. Aos 39 anos ele conhece bem suas limitações e suas “esquisitices”. Don nunca teve um relacionamento sério e duradouro por conta de suas muitas exigências e seus critérios de ‘mulher perfeita’. Ele possui apenas 2 amigos, Claudia e Gene, um casal de psicólogos que trabalham na mesma faculdade que ele. Don não entende porque as pessoas se incomodam tanto sua sinceridade e escolhas.

Um belo dia ele decide encontrar a tão sonhada mulher perfeita e monta um questionário com dezesseis páginas, com inúmeras perguntas e testes psicológicos.  Surge o Projeto Esposa.

Mas Don não esperava encontrar Rosie uma garçonete fumante e sem nenhuma pontualidade, e é ai que toda a sua objetividade vai por água a baixo. É Claro que Rosie não se encaixa no Projeto Esposa, mais o destino prega peças  e Don é tomado por emoções até então desconhecidas ao conviver com a moça.

O livro é maravilhoso, até porque nos mostra que alguém que não acreditava no amor, pode sim encontrá-lo e ainda mais nos ensinar muitas coisas sobre o mesmo. Amei Don e gostei muito de Rosie, com certeza seria alguém que gostaria de ter como amiga rs. Super recomendo a leitura é divertida e leve.

AutorGraeme Simsion

Editora: Record

Ano: 2013

Páginas: 320

Nota: 5/5

livro 2

Vou escrever uma história de fantasmas agora’, ela datilografou.

‘Uma história de fantasmas com uma sereia e um lobo’, datilografou mais uma vez.

Eu também datilografei.”

A Menina Submersa não é uma história fácil onde tudo é dito diretamente. É um livro dentro de um livro, onde acessamos a mente de India Morgan Phelps mais conhecida como Imp e com isso acessamos também a vários outros livros, autores e obras de arte que Imp tanto vangloria. Reais e fictícias.

A narrativa não é fácil a escrita é feita com a intenção de lembrar a narradora dos fatos de sua “História de Fantasma”e organizá-los em sua tão conturbada mente. Imp é uma menina com aproximadamente 24 anos e possui um transtorno chamado esquizofrenia desorganizada. A pessoa que sofre desse transtorno tem dificuldade em distinguir as experiências reais das imaginárias, de pensar de forma lógica, de ter respostas emocionais consideradas normais e uma série de outros sintomas. Também podem apresentar comportamento obsessivo compulsivo. Imp tem muita dificuldade em manter o foco e evita falar de cara  sobre os assuntos que a tiram o sono.

Apesar das idas e vindas na linha do tempo de seu texto, o que as vezes nos confunde um pouco, os acontecimentos são construídos aos poucos. Imp nos informa que não é capaz de distinguir o real e do imaginário em seu texto, pois para ela todas as coisas ais quais escreveu aconteceram.

Confesso que não consegui compreender muito a mente de Imp, e seus devaneios. A leitura para mim foi um pouco complicada e não me prendeu muito, nem nas suas horas de suspense. Eu achei Imp tão monótona e louca que não conseguia sentir nem medo nem paixão pela personagem. É uma leitura diferente e para quem gosta desse tema mais surreal, dramático e dark é uma boa opção.

Autor: Caitlin R. Kiernan

Editora: DarkSide® Books

Ano: 2014

Páginas: 320

Nota: 2/5

livro 3

Era bom fazer parte de um ‘nós’, com os mesmos pensamentos, os mesmo sentimentos, os mesmos problemas. Mas, agora, a outra metade desse ‘nós’ tinha ido embora e, deitada no meu quarto escuro, percebi que não sabia como me tornar eu mesmo de novo.”

Eu estava muito ansiosa para ler esse livro. Confesso que procurei por ele por quase 2 anos, e quando o encontrei fiquei meio que sem reação, tamanha era a minha felicidade. O li como se fosse o último livro da minha vida e olha não me arrependo por isso, e nem lamento por ter esperado tanto tempo, porque a leitura valeu cada segundo de espera. A lista negra é daqueles livros carregados de lições de vida, de tapas na cara mesmo, ele mostra que nada nem ninguém é perfeito, e que a imperfeição é bem comum e temos que saber lidar com ela. E que os problemas tem que ser resolvidos de imediato, não importando a imensidão deles, a resolução é o caminho.

Valerie é uma garota problemática. A  tão descrita adolescente desastrada, rejeitada por toda a escola e que  encontra o cara perfeito,  eles tem o mesmo gosto musical e os mesmo “inimigos”. Nick é o responsável pela “felicidade imediata” de Valerie, ao lado dele ela se sente a garota mais especial do mundo.

Nick também  sofria bullying e não aguentava mais o tratamento que recebia de seus colegas da escola. Ele e Valerie formavam o casal esquisito do colégio. Val era conhecida como Irmã da morte, só porque gostava de vestir coisas pretas e góticas. 

Em uma fatídica manhã , a brincadeira de criar uma lista negra ( uma  lista que continha todas as coisas e pessoas que eles odiavam e queriam  ver “mortas”) acaba tornando-se um pesadelo na escola. Cansado de sofrer  e de ver sua namorada na mesma situação, ele num ato de desespero, entra armado no colégio e sai atirando para todos os lados, mirando os alvos da lista negra. Desesperada Val tenta impedir Nick, alegando que o caderno com os nomes era apenas brincadeira, uma forma de colocar sua fúria para fora apenas, mais Nick não a escuta e acaba acertando a garota e logo após atira contra si próprio.

Val é uma menina encantadora e é narradora da história, ver tudo pela sua visão é ainda mais impressionante. Depois do massacre sua vida vira um pesadelo, pois Valerie é acusada de ser cúmplice de Nick e ter arquitetado o massacre junto com ele.

Vou parar por aqui para não revelar nada que não possa rs, mais minha vontade era ficar escrevendo horas e horas sobre esse livro incrível. Então se você não conhece ou nunca ouviu falar corra para ler ( espero que vocês encontrem mais rápido que eu rs). Val vai encantar vocês com suas feridas não cicatrizadas e com sua força desconhecida.

 

Autor: Jennifer Brown

Editora: Gutenberg

Ano: 2012

Páginas: 272

Nota: 5/5

livro 4

Na família Sinclair, ninguém é carente, criminoso, viciado ou fracassado. Mas talvez isso seja mentira”

Mentirosos foi um dos livros mais comentados de 2014, mais confesso que so o li agora em 2015 rs. Li muitas resenhas positivas sobre ele e comecei a leitura já esperando algo de tirar o folego, e olha eu realmente perdi as palavras com esse livro. A escrita de E.Lockhart é impressionante, ela nos prende a sua escrita de uma forma absurda, é aquele livro que você não consegue largar de jeito nenhum. A escrita é marcada por frases que desestruturam de prosa e se tornam poesia , acentuando as emoções vividas pela protagonista e a enxurrada de pensamentos que tomam sua mente.

Cadence é a neta mais velha da impecável família Sinclair. Criada para ter tudo e ser a melhor de todos, a menina passa todos os verões em uma ilha particular da família, um dos lugares mais incríveis na visão de Cadence. É naquele lugar mágico que as filhas Sinclair se encontram com seus pais e seus belos filhos, ostentando todo seu poder e beleza ao mundo. Mas por trás dessa visão tão encantadora, encontramos adultos extramente falsos e ambiciosos e seus filhos acabam sofrendo a pressão e o peso desse sobrenome.  Até o verão dos quinze anos os primos Cadence, Johnny e Mirren – que ao lado do fiel amigo  Gat formam o grupo “Mentirosos” passam os melhores verões de suas vidas,  inocentes os jovens não enxergavam o que havia por trás da perfeição de sua família. Mas nesse verão tudo muda. Dois anos depois o resultado dessa mudança é uma Cadence traumatizada,  totalmente perdida, sem parte de sua memória e sofrendo com enxaquecas horríveis. Cad não se lembra do que realmente aconteceu naquele verão, mais acredita que voltar a ilha a fará lembrar de tudo e de como acordou naquele verão, sozinha sem suas roupas e suas memórias.

A história trilha conforme Cadence vai relembrando o verão dos quinze, tentando descobrir o que aconteceu com ela e sua família. E é por conta desse suspense que é impossível largar o livro, mas nada do que você possa imaginar chega perto do real segredo da história.

Não vou me prolongar muito para não acabar com esse mistério incrível, e tenho certeza que no fim você ficará sem palavras como eu fiquei. Não sabia se chorava ou se acreditava no que estava lendo. Enfim uma obra brilhante de E.Lockhart.

Autor: E.Lockhart

Editora: Seguinte

Ano: 2014

Páginas: 272

Nota: 5/5

livro 5

Meu primeiro impulso não é agarrá-la nem beijá-la. Eu só quero tocar sua bochecha, ainda corada pela apresentação desta noite. Eu quero atravessar o espaço que nos separa, medido em passos – não em milhas, não em continentes, não em anos –, e acariciar seu rosto com um dedo calejado. Mas eu não posso tocá-la. Esse é um privilégio que me foi tirado.”

Para onde ela foi, a continuação do tão aclamado Se eu ficar ( Resenha aqui ). É muito difícil comentar esse livro sem dar nenhum spoiler do primeiro rs. Então serei breve e caso ainda não tenha lido o primeiro livro, sugiro que não lei sobre esse rs.

Para onde ela foi é narrado por Adam, o até então namorado de Mia até o fatídico acidente que a deixou em coma e matou toda sua família. O livro nos conta uma história simples, mais incrivelmente bela, sem muitas reviravoltas e clichês dramáticos. É a história de um amor adolescente que se transforma não só com o passar do tempo, mas também por vários eventos drásticos que transformaram a vida dos protagonistas.

Não vou dar mais muito detalhes do livro, para não perder a graça e também para deixar vocês apreciarem por completo a força de um amor e o que ele pode significar e como pode transformar uma vida. O livro é encantador e eu realmente recomendo se você sta a procura de um romance avassalador.

Autor: Gayle Forman

Editora: Novo Conceito

Ano: 2014

Páginas: 240

Nota: 5/5

E ai já leram algum desse livros? Tem vontade de ler algum? Me conta aqui nos cometários 🙂

Beijos

XxNathy M.

Resenha da Semana: A Lista de Brett

LISTA DE BRETT 1

 

Hey pessoas!!

Como prometido to de volta e com resenha nova!!! Eu tento postar toda semana, mais a correria no trabalho ta demais!! Mais já terminei outro livro e prometo postar semana que vem já, não quero mais deixar furo por aqui hahaha, então vamos a resenha dessa semana!!!

Para começar que leitura agradável e surpreendente. Me interessei pelo livro logo de cara pela capa, e depois ao ler a sinopse já corri para comprar. Quando li as primeiras páginas já estava fascinada pela leitura e totalmente encantada com a ” Lista de Brett” haha.

Primeiro conhecemos Brett, uma mulher doce e sonhadora, e que aparentemente tem a vida perfeita: Um ótimo emprego, é bonita, tem um namorado lindo, uma situação financeira estável … etc. Porém tem uma coisa que Brett ainda não sabe, ela perdeu sua essência ao longo dos anos, e isso torna sua vida apenas de aparências. Ao longo do livro o leitor vai percebendo isso, essa redescoberta da personagem e o mais interessante desta leitura  é que Brett não amadurece ao longo da história e sim ela se redescobre. Os sonhos antigos, a verdadeira Brett, a qual estava escondida no meio da sua vida aparentemente “perfeita”. É fascinante acompanhar esse redescobrimento de Brett, isso permite ao leitor perceber o quanto deixamos para trás ao longo de nossa caminhada, tudo muda, seja personalidade, sonhos, tudo!! Tudo sofre alguma alteração, mesmo que sejam pequenas. Essa é a grande mensagem passada pela autora.

2014-11-04 21.27.23

A trama se dá após o falecimento de Eliizabeth Bohlinger, uma mulher extraordinária e apaixonada por sua filha. É em prol de todo esse amor, que a mesma resolve garantir a felicidade de Brett, mesmo não estando mais presente para compartilha-la. De modo que quando Brett comparece ao escritório do advogado Midar, a fim de receber a herança da mãe, ela é surpreendida por uma lista de sonhos que deve ser cumprida antes que  possa ter acesso á herança. De início a lista parece não fazer nenhum sentindo, mais aos poucos cada item vai se encaixando e percebemos como Elizabeth conhecia tão bem sua filha, a fim de lhe deixar os passos para a felicidade a qual tanto merece.

2014-11-04 21.28.21

Finalizando, eu fiquei extramente encantada com a trajetória de Brett e com a suavidade da leitura, tudo se encaixa, não fica nada solto. Os personagens secundários são fabulosos e todos acrescentam a leitura, e eu até queria conhecer um pouco mais alguns deles, eu realmente me apaguei a alguns hahaha. Enfim não quero me alongar mais e correr o risco de falar de mais hahah. Acredito que este livro agrade a todos, espero ter instigado vocês a conhecer Brett e sua lista hahaha!

2014-11-04 21.26.13

 

Não existe não devia quando se trata de sentimentos. Eles são o que são.

Dados do Livro

Titulo: A Lista de Brett

Autora: Lori Nelson Spielman

Editora: Versus

Páginas: 364

Classificação: 5/5 estrelas

E aí alguém já leu? Ou ficou com vontade de ler? Já tinham ouvido falar deste livro? Me contem aqui nos comentários hahaha.

Beijos e até semana que vem!

Xx Nathy Monteiro

 

 

Leituras do Mês: Setembro/Outubro

 

Hey 🙂

Gente mais uma vez desculpa, sei que to super ausente daqui, mais to em uma correria só.

Há um tempo atrás coloquei a minha lista literária do mês, e disse que a partir dela iria fazendo resenha de cada um deles, e até agora só consegui fazer de um, mais já li todos e mais um hahaha então para não ficar com muitos livros sem resenhar, resolvi fazer esse post compacto com “mini” resenhas haha apenas a minha opinião bem resumida de cada um desses que li nesse último mês.

E ainda essa semana posto minha lista desse mês hahaha prometo que dessa vez tentarei fazer uma resenha por semana haha.

Então vamos ao que  interessa e aos livros lidos entre Setembro/Outubro:

invisivel

“Sthephen passou a vida do lado de fora, olhando para dentro. Amaldiçoado desde o nascimento, ele é invisível. Não apenas para si mesmo, mas para todos.”

Quando me interessei por este livro, nunca imaginei o rumo que o mesmo tomaria rs.

Stephen, um personagem adorável, é invisível, totalmente ninguém consegue vê-lo, nem mesmo sua mãe. Ela era a única que o amava por completo, mesmo com sua invisibilidade. Quando a mãe Stephen morre ele se vê totalmente sozinho no mundo, literalmente invisível. Seu pai não o aceitava, apenas lhe mandava dinheiro e mantinha um apartamento para que Stephen vivesse bem longe.

A vida de Stephen era monótona e vazia, até que um dia o apartamento do lado é alugado, e ele conhece sua nova vizinha Elizabeth uma menina que se acha totalmente estranha, mais é adorável e milagrosamente consegue enxergar Stephen. E é a partir deste encontro que a vida de Stephen começa a mudar. Juntos e com a ajuda de Laurie o irmão divertidíssimo de Elizabeth eles embarcam em uma jornada em busca de explicações sobre a maldição de Stephen e como podem quebra-la.

Gostei bastante do livro, a narração é leve, e muda um pouco já que vemos a história pelo ponto de vista de Stephen e Elizabeth, e o tom cômico fica por conta de Laurie que mesmo não vendo Stephen compra sua história e resolve ajuda-lo também. Temos outros personagens secundários que aparecem no decorrer da trama agregando muito a narrativa. O que me fez murchar um pouco com a leitura foi o fato de achar que o enredo seria um e no final é a leitura segue uma linha totalmente diferente. Mas recomendo muito a leitura, não vou falar muito para não estragar a surpresa da leitura haha.

Autor: David Levithan e Andrea Cremer

Editora: Galera Record

Ano: 2014

Páginas: 322

Nota: 3/5

carta de amor aos mortos

Carta de amor aos mortos é um daqueles livros, em que você se apaixona do início ao fim. A narrativa é brilhante e feita por Laurel, só que escrita em cartas.

Laurel é uma jovem ainda muito perturbada e perdida desde que sua irmã mais velha May morreu tragicamente. Depois do acontecido Laurel decide cursar o Ensino Médio em outra escolha, para evitar as pessoas e os comentários sobre este ocorrido que ainda a abala muito.

A rotina em seu novo colégio é assustadora e para completar, a professora de inglês resolve passar uma tarefa nada convencional: Escrever uma carta para alguém que já morreu. E então Laurel começa a escrever em seu caderno várias mensagens para Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Whinehouse, Elizabeth Bishop …. Sem nunca entrega-las a professora.

Nessas cartas ela analisa a história de cada uma dessas personalidades e tenta desvendar os mistérios por trás de suas mortes. Ao mesmo tempo, conta sua própria vida, como as amizades no novo colégio e seu primeiro amor. Mas mesmo tentando Laurel não pode escapar de seu passado. E é só quando ela resolver escrever a verdade sobre o que aconteceu com ela e sua irmã, é que poderá aceitar o que houve com May e perdoar não só a irmã como a si mesma.

Me apaixonei por Laurel de uma tal forma que foi difícil ter que acabar a leitura rsrs. Se você ainda não leu este livro, corra e lei já haha.

Autor: Ava Dellaira

Editora: Seguinte

Ano: 2014

Páginas: 344

Nota: 5/5

fangirl

Ta ai um livro que me ganhou só pelo título, e quando li a sinopse foi amor a primeira linha hahaa. Primeiro porque o livro aborda a questão de fanfics, as quais eu já escrevi a uns anos atrás, e acho que por isso amei ainda mais a leitura.

Cath e Wren são gêmeas, que foram criadas pelo pai, pois a mãe delas as abandonou quando ainda eram crianças. Elas sempre foram unha e carne, até o dia que foram para a faculdade e Wren resolve que não quer a irmã como sua colega de quarto, e meio que a deixa em segundo plano, nessa noa fase de suas vidas.

Wren sempre foi sociável, e Cath a introvertida e dependente da irmã. Enquanto Wren vive em festas, Cath só tinha Regan ( sua colega de quarto ), Levi ( namorado de Rega ) e Nick ( parceiro de escrita ) por perto e mesmo assim os evitava sempre que podia, porque ela era responsável por um das fanfics mais famosas de Simon Snow, sua série de livros favorita, e precisava de tempo para escrever os  novos capítulos da fanfic.

De uma forma leve e resumida, no livro acompanhamos a vida de Cath nessa nova fase de sua vida, cheia de insegurança e medo.

Fangirl é um livre leve, envolvente, com romance, alegrias e tristezas, uma leitura super tranquila e empolgante.

Os: Me apaixonei por Levi, teve momentos que queria o transformar em alguém de verdade hahaha muito amor por esse personagem.

Autor: Raibow Rowell

Editora:Novo Século

Ano: 2014

Páginas: 433

jzxzNota: 5/5

A vida do livreiroUma pequena cidade e sua única livraria. Um livreiro sistemático, solitário e preso ao passado. Um livro raro roubado. Um policial que gosta de romances policiais. Uma representante de vendas que nunca mente a um cliente sobre a qualidade dos livros que vende. Um misterioso pacote deixado na livraria. Um livro que fala de livros.

Um livro que coloquei na minha lista de desejos só por colocar, um livro que nem a capa e nem o título me chamaram a atenção, e depois de algumas idas a livraria, resolvi compra-ló. Mais o coloquei em um último na listinha de lituras, mais depois de algumas indicações resolvi ler logo, e não me arrependi. Não vou me alongar muito nessa resenha para não dar nenhum spoiler desse livro maravilhoso e que de certa forma mexeu bastante comigo e com a minha forma de ver e pensar sobra alguns assuntos, um livro que eu estava precisando ler, uma leitura leve, envolvente e intrigante.

O livro conta a vida de A.J um livreiro solitário e amargo, que após a morte da esposa se fecha para o mundo, o que o mantém é a sua livraria e seus livros, em especial um, que é raríssimo e que A.J mantém guardado em seu apartamento localizado em cima da loja, em uma redoma de vidro. A vida do livreiro se resume em trocar minímas palavras com a funcionária mal-humorada de sua livraria durante o dia, e a noite comer comida congelada enquanto toma um belo porre, e toda noite é a mesma coisa, ele fica bêbado e tem arrumar sua bagunça no dia seguinte. Até que uma noite seu livro raríssimo some e a vida de A.J muda da água para o vinho depois deste ocorrido.

Nunca li nada parecido com este livro, uma leitura que te prende, te surpreende, encanta e além de tudo te intriga.

Autor: Gabrielle Zevin

Editora: Paralela

Ano: 2014

Páginas: 192

Nota: 5/5

E aí alguém já leu algum desse? Ou tem vontade de ler?

Espero que tenham gostado e que adicionem em suas listinhas hahahaha

Me contem aqui se já leram ou tem vontade de ler algum desses, ainda essa semana coloco minha listinha com mais 3 que vou ler esse mês 🙂

=*

Nathy M.