Desafio Literário 2016

Hey pessoas!!

E aí como foram de passagem de ano? Animados para 2016? Eu tô super e é com esse clima que venho contar uma novidade aqui. Vi esse Desafio no Blog da Júlia e achei super interessante e resolvi super participar e o esquema é o seguinte:

O Desafio Literário  2016 foi criado por 20 blogueiros com o intuito de expandir nossos conhecimentos e interagir ainda mais uns com os outros.
Foram selecionados  24 desafios, sendo 12 obrigatórios e 12 opcionais.

Tá rolando um Grupo no Facebook também quem quiser participar é só clicar aqui.

Regras para participar do desafio:
– Amar a leitura
– Tentar cumprir ao máximo todos os desafios
– Ter espírito aventureiro
– Caso for postar em algum lugar, colocar link lá no  Blog Brisa LIterária
– Comentar nesse Blog com seu nome junto com o blog/twitter/tumblr/facebook/canal youtube… que vai fazer a postagem.

Regras para participar do sorteio:
– Comentar nesse Blog com seu nome junto com o blog/twitter/tumblr/facebook/canal youtube… que vai fazer a postagem.
– Colocar na postagem a hashtag #DesafioLiterario2016 com o link para esse blog  caso for blog, no canal mencionar o Desafio e colocar na descrição o link.
– Colocar na aba lateral o banner para o Desafio caso for Blog
– Cumprir os 12 desafios obrigatórios são os marcados com – (a cada desafio opcional será colocado o seu nome mais uma vez no sorteio)
– Inscrever-se no formulário: https://docs.google.com/forms/d/1gL5if7pKLYQumKwx0Jy3P42wwa6HgAKd-yGNuTpPAp4/viewform

Visitem o blog dos organizadores:

 

E aí gostaram? Quem topa participar também? Comentem aqui o que acharam do Desafio. Eu já escolhi as minhas duas primeiras leituras de Janeiro, curiosos?? Jajá posto as resenhas por aqui com os escolhidos 😉

xXNathy Monteiro

#Resenha: Leituras Recentes

 

2015-02-19 11

Hey pessoal!!

E aí como foi de carnaval? hahaha.. Desculpem a ausência mais né fui curtir um pouco a folia. E como só volto a trabalhar daqui a uns dias, resolvi postar um pouquinho aqui, sei que estou bem sumida rsrsrs.

Bom desde o ano passado eu li alguns livros e não consegui postar as resenhas aqui, então como fiz já uma vez, vou fazer um post compacto com as minhas últimas leituras e prometo já trazer uma resenha completa na próxima semana rsrs.

Chega de Blabláblá e vamos ao que interessa.

livro1

-Se você realmente ama uma pessoa – prosseguiu Claudia -, deve estar preparado para aceitá-la como ela é. Você pode até esperar que um dia ela acorde e faça aquelas mudanças, mas pelos próprios motivos dela.”

Quando comecei a leitura, confesso que bocejei e de cara não simpatizei com Don, o personagem principal da trama, mais ao decorrer da história fui me identificando com ele, e na última página já estava chorando e querendo um Dom para chamar de meu rs.

Don é um geneticista que dá aula em uma universidade da Austrália. Aos 39 anos ele conhece bem suas limitações e suas “esquisitices”. Don nunca teve um relacionamento sério e duradouro por conta de suas muitas exigências e seus critérios de ‘mulher perfeita’. Ele possui apenas 2 amigos, Claudia e Gene, um casal de psicólogos que trabalham na mesma faculdade que ele. Don não entende porque as pessoas se incomodam tanto sua sinceridade e escolhas.

Um belo dia ele decide encontrar a tão sonhada mulher perfeita e monta um questionário com dezesseis páginas, com inúmeras perguntas e testes psicológicos.  Surge o Projeto Esposa.

Mas Don não esperava encontrar Rosie uma garçonete fumante e sem nenhuma pontualidade, e é ai que toda a sua objetividade vai por água a baixo. É Claro que Rosie não se encaixa no Projeto Esposa, mais o destino prega peças  e Don é tomado por emoções até então desconhecidas ao conviver com a moça.

O livro é maravilhoso, até porque nos mostra que alguém que não acreditava no amor, pode sim encontrá-lo e ainda mais nos ensinar muitas coisas sobre o mesmo. Amei Don e gostei muito de Rosie, com certeza seria alguém que gostaria de ter como amiga rs. Super recomendo a leitura é divertida e leve.

AutorGraeme Simsion

Editora: Record

Ano: 2013

Páginas: 320

Nota: 5/5

livro 2

Vou escrever uma história de fantasmas agora’, ela datilografou.

‘Uma história de fantasmas com uma sereia e um lobo’, datilografou mais uma vez.

Eu também datilografei.”

A Menina Submersa não é uma história fácil onde tudo é dito diretamente. É um livro dentro de um livro, onde acessamos a mente de India Morgan Phelps mais conhecida como Imp e com isso acessamos também a vários outros livros, autores e obras de arte que Imp tanto vangloria. Reais e fictícias.

A narrativa não é fácil a escrita é feita com a intenção de lembrar a narradora dos fatos de sua “História de Fantasma”e organizá-los em sua tão conturbada mente. Imp é uma menina com aproximadamente 24 anos e possui um transtorno chamado esquizofrenia desorganizada. A pessoa que sofre desse transtorno tem dificuldade em distinguir as experiências reais das imaginárias, de pensar de forma lógica, de ter respostas emocionais consideradas normais e uma série de outros sintomas. Também podem apresentar comportamento obsessivo compulsivo. Imp tem muita dificuldade em manter o foco e evita falar de cara  sobre os assuntos que a tiram o sono.

Apesar das idas e vindas na linha do tempo de seu texto, o que as vezes nos confunde um pouco, os acontecimentos são construídos aos poucos. Imp nos informa que não é capaz de distinguir o real e do imaginário em seu texto, pois para ela todas as coisas ais quais escreveu aconteceram.

Confesso que não consegui compreender muito a mente de Imp, e seus devaneios. A leitura para mim foi um pouco complicada e não me prendeu muito, nem nas suas horas de suspense. Eu achei Imp tão monótona e louca que não conseguia sentir nem medo nem paixão pela personagem. É uma leitura diferente e para quem gosta desse tema mais surreal, dramático e dark é uma boa opção.

Autor: Caitlin R. Kiernan

Editora: DarkSide® Books

Ano: 2014

Páginas: 320

Nota: 2/5

livro 3

Era bom fazer parte de um ‘nós’, com os mesmos pensamentos, os mesmo sentimentos, os mesmos problemas. Mas, agora, a outra metade desse ‘nós’ tinha ido embora e, deitada no meu quarto escuro, percebi que não sabia como me tornar eu mesmo de novo.”

Eu estava muito ansiosa para ler esse livro. Confesso que procurei por ele por quase 2 anos, e quando o encontrei fiquei meio que sem reação, tamanha era a minha felicidade. O li como se fosse o último livro da minha vida e olha não me arrependo por isso, e nem lamento por ter esperado tanto tempo, porque a leitura valeu cada segundo de espera. A lista negra é daqueles livros carregados de lições de vida, de tapas na cara mesmo, ele mostra que nada nem ninguém é perfeito, e que a imperfeição é bem comum e temos que saber lidar com ela. E que os problemas tem que ser resolvidos de imediato, não importando a imensidão deles, a resolução é o caminho.

Valerie é uma garota problemática. A  tão descrita adolescente desastrada, rejeitada por toda a escola e que  encontra o cara perfeito,  eles tem o mesmo gosto musical e os mesmo “inimigos”. Nick é o responsável pela “felicidade imediata” de Valerie, ao lado dele ela se sente a garota mais especial do mundo.

Nick também  sofria bullying e não aguentava mais o tratamento que recebia de seus colegas da escola. Ele e Valerie formavam o casal esquisito do colégio. Val era conhecida como Irmã da morte, só porque gostava de vestir coisas pretas e góticas. 

Em uma fatídica manhã , a brincadeira de criar uma lista negra ( uma  lista que continha todas as coisas e pessoas que eles odiavam e queriam  ver “mortas”) acaba tornando-se um pesadelo na escola. Cansado de sofrer  e de ver sua namorada na mesma situação, ele num ato de desespero, entra armado no colégio e sai atirando para todos os lados, mirando os alvos da lista negra. Desesperada Val tenta impedir Nick, alegando que o caderno com os nomes era apenas brincadeira, uma forma de colocar sua fúria para fora apenas, mais Nick não a escuta e acaba acertando a garota e logo após atira contra si próprio.

Val é uma menina encantadora e é narradora da história, ver tudo pela sua visão é ainda mais impressionante. Depois do massacre sua vida vira um pesadelo, pois Valerie é acusada de ser cúmplice de Nick e ter arquitetado o massacre junto com ele.

Vou parar por aqui para não revelar nada que não possa rs, mais minha vontade era ficar escrevendo horas e horas sobre esse livro incrível. Então se você não conhece ou nunca ouviu falar corra para ler ( espero que vocês encontrem mais rápido que eu rs). Val vai encantar vocês com suas feridas não cicatrizadas e com sua força desconhecida.

 

Autor: Jennifer Brown

Editora: Gutenberg

Ano: 2012

Páginas: 272

Nota: 5/5

livro 4

Na família Sinclair, ninguém é carente, criminoso, viciado ou fracassado. Mas talvez isso seja mentira”

Mentirosos foi um dos livros mais comentados de 2014, mais confesso que so o li agora em 2015 rs. Li muitas resenhas positivas sobre ele e comecei a leitura já esperando algo de tirar o folego, e olha eu realmente perdi as palavras com esse livro. A escrita de E.Lockhart é impressionante, ela nos prende a sua escrita de uma forma absurda, é aquele livro que você não consegue largar de jeito nenhum. A escrita é marcada por frases que desestruturam de prosa e se tornam poesia , acentuando as emoções vividas pela protagonista e a enxurrada de pensamentos que tomam sua mente.

Cadence é a neta mais velha da impecável família Sinclair. Criada para ter tudo e ser a melhor de todos, a menina passa todos os verões em uma ilha particular da família, um dos lugares mais incríveis na visão de Cadence. É naquele lugar mágico que as filhas Sinclair se encontram com seus pais e seus belos filhos, ostentando todo seu poder e beleza ao mundo. Mas por trás dessa visão tão encantadora, encontramos adultos extramente falsos e ambiciosos e seus filhos acabam sofrendo a pressão e o peso desse sobrenome.  Até o verão dos quinze anos os primos Cadence, Johnny e Mirren – que ao lado do fiel amigo  Gat formam o grupo “Mentirosos” passam os melhores verões de suas vidas,  inocentes os jovens não enxergavam o que havia por trás da perfeição de sua família. Mas nesse verão tudo muda. Dois anos depois o resultado dessa mudança é uma Cadence traumatizada,  totalmente perdida, sem parte de sua memória e sofrendo com enxaquecas horríveis. Cad não se lembra do que realmente aconteceu naquele verão, mais acredita que voltar a ilha a fará lembrar de tudo e de como acordou naquele verão, sozinha sem suas roupas e suas memórias.

A história trilha conforme Cadence vai relembrando o verão dos quinze, tentando descobrir o que aconteceu com ela e sua família. E é por conta desse suspense que é impossível largar o livro, mas nada do que você possa imaginar chega perto do real segredo da história.

Não vou me prolongar muito para não acabar com esse mistério incrível, e tenho certeza que no fim você ficará sem palavras como eu fiquei. Não sabia se chorava ou se acreditava no que estava lendo. Enfim uma obra brilhante de E.Lockhart.

Autor: E.Lockhart

Editora: Seguinte

Ano: 2014

Páginas: 272

Nota: 5/5

livro 5

Meu primeiro impulso não é agarrá-la nem beijá-la. Eu só quero tocar sua bochecha, ainda corada pela apresentação desta noite. Eu quero atravessar o espaço que nos separa, medido em passos – não em milhas, não em continentes, não em anos –, e acariciar seu rosto com um dedo calejado. Mas eu não posso tocá-la. Esse é um privilégio que me foi tirado.”

Para onde ela foi, a continuação do tão aclamado Se eu ficar ( Resenha aqui ). É muito difícil comentar esse livro sem dar nenhum spoiler do primeiro rs. Então serei breve e caso ainda não tenha lido o primeiro livro, sugiro que não lei sobre esse rs.

Para onde ela foi é narrado por Adam, o até então namorado de Mia até o fatídico acidente que a deixou em coma e matou toda sua família. O livro nos conta uma história simples, mais incrivelmente bela, sem muitas reviravoltas e clichês dramáticos. É a história de um amor adolescente que se transforma não só com o passar do tempo, mas também por vários eventos drásticos que transformaram a vida dos protagonistas.

Não vou dar mais muito detalhes do livro, para não perder a graça e também para deixar vocês apreciarem por completo a força de um amor e o que ele pode significar e como pode transformar uma vida. O livro é encantador e eu realmente recomendo se você sta a procura de um romance avassalador.

Autor: Gayle Forman

Editora: Novo Conceito

Ano: 2014

Páginas: 240

Nota: 5/5

E ai já leram algum desse livros? Tem vontade de ler algum? Me conta aqui nos cometários 🙂

Beijos

XxNathy M.

Next Readings!!

 

NEXT READINGS

Hey!!!

To meio sumida daqui, mais prometo aparecer mais e com novidades. Resolvi todo mês postar minhas próximas leituras e espero conseguir fazer resenhas dos livros depois que terminar, será que consigo??? hahaha

Então vou postar 5  livros que quero ler este mês, a idéia é so compartilhar meus desejos literários e saber o de vocês rsrs,  inclusive já terminei um rs, e semana que vem já terá resenha aqui :)!!!

Let’s Go!

1) Se eu Ficar – Gayle Forman

 

Depois do acidente, ela ainda consegue ouvir a música. Ela vê o seu corpo sendo tirado dos destroços do carro de seus pais – mas não sente nada. Tudo o que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera… e o seu amor luta para ficar perto dela. Pelas próximas 24 horas, Mia precisa compreender o que aconteceu antes do acidente – e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas.

2) Invisível – David Levithan & Andrea Cremer

Stephen passou a vida do lado de fora, olhando para dentro. Amaldiçoado desde o nascimento, ele é invisível. Não apenas para si mesmo, mas para todos. Não sabe como é seu próprio rosto. Ele vaga por Nova York, em um esforço contínuo para não desaparecer completamente. Mas um milagre acontece, e ele se chama Elizabeth.

3) Cartas de Amor aos Mortos –  Ava Dellaira

Tudo começa com uma tarefa para a escola: escrever uma carta para alguém que já morreu. Logo o caderno de Laurel está repleto de mensagens para Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Winehouse, Heath Ledger, Judy Garland, Elizabeth Bishop… apesar de ela jamais entregá-las à professora. Nessas cartas, ela analisa a história de cada uma dessas personalidades e tenta desvendar os mistérios que envolvem suas mortes. Ao mesmo tempo, conta sobre sua própria vida, como as amizades no novo colégio e seu primeiro amor: um garoto misterioso chamado Sky. Mas Laurel não pode escapar de seu passado. Só quando ela escrever a verdade sobre o que se passou com ela e com a irmã é que poderá aceitar o que aconteceu e perdoar May e a si mesma. E só quando enxergar a irmã como realmente era — encantadora e incrível, mas imperfeita como qualquer um — é que poderá seguir em frente e descobrir seu próprio caminho.

 

4) A Menina que não sabia ler Volume 2 – John Harding

Um acidente de trem. Uma identidade trocada. Os detalhes poderão mudar o rumo dessa história… Depois de viver presa num mundo obscuro, assustador e sem palavras em ‘A menina que não sabia ler’, a pequena Florence viverá uma nova e misteriosa aventura onde nada é realmente o que aparenta ser e todos podem se tornar inimigos em potencial. Mas onde ela encontrará uma saída? Um aliado?

 

5- A vida do Livreiro  A.J. Fikry – Gabrielle Zevin

Uma carta de amor para o mundo dos livros “Livrarias atraem o tipo certo de gente”. É o que descobre A. J. Fikry, dono de uma pequena livraria em Alice Island. O slogan da sua loja é “Nenhum homem é uma ilha; Cada livro é um mundo”. Apesar disso, A. J. se sente sozinho, tudo em sua vida parece ter dado errado. Até que um pacote misterioso aparece na livraria. A entrega inesperada faz A. J. Fikry rever seus objetivos e se perguntar se é possível começar de novo. Aos poucos, A. J. reencontra a felicidade e sua livraria volta a alegrar a pequena Alice Island. Um romance engraçado, delicado e comovente, que lembra a todos por que adoramos ler e por que nos apaixonamos.

 

E aí já leram ou gostariam de ler algum desses? Comentem o que acharam 🙂

=*