#Resenha: A Sereia

20160506_074931

Sinopse: Anos atrás, Kahlen foi salva de um naufrágio pela própria Água. Para pagar sua dívida, a garota se tornou uma sereia e, durante cem anos, precisa usar sua voz para atrair as pessoas para se afogarem no mar. Kahlen está decidida a cumprir sua sentença à risca, até que ela conhece Akinli. Lindo, carinhoso e gentil, o garoto é tudo o que Kahlen sempre sonhou. Apesar de não poderem conversar pois a voz da sereia é fatal , logo surge uma conexão intensa entre os dois. É contra as regras se apaixonar por um humano, e se a Água descobrir, Kahlen será obrigada a abandonar Akinli para sempre. Mas pela primeira vez em muitos anos de obediência, ela está determinada a seguir seu coração.

Eu estava super ansiosa para ler esse livro, amo a Kiera e sou apaixonada na série A Seleção. Esse foi o primeiro livro da autora, antes mesmo da série, porém só foi publicado esse ano aqui no Brasil. Um livro único sobre mitologia. A escrita da Kiera é super simples, envolvente e de fácil entendimento. As capas são belíssimas, o que torna a leitura ainda mais atraente.

O livro aborda a mitologia das sereias. Somos apresentados a Kahlen, uma jovem sonhadora e romântica que, durante uma viagem com a família, viu a embarcação tombar afogando todos os seus tripulante, incluindo seus familiares. Mas antes de se afogar a jovem foi apresentada a um trio de mulheres, sereias, a serviço da Água ( que é a mãe e “Chefe” do grupo ). Elas convidam Kahlen a se juntar ao grupo em uma tarefa um tanto difícil. O livro conta a saga dessas meninas, que são salvas pela Água e em troca precisam doar 100 anos de suas vidas à ela.

20160506_075012

Kahlen nunca se adaptou a essa “tarefa, tirar vidas com seu canto para alimentar a Água e, assim continuar vivendo imortal por 100 anos, sem nunca se ferir e nem precisar de algumas necessidades da vida humana.

Seu maior sonho sempre foi encontrar o amor da sua vida e se casar, mas isso nunca foi possível, pois a jovem nunca passava tempo suficiente em um lugar e, sempre temeu que seus segredos fossem descobertos. Kahlen sofre muito com o mal que causa ao mundo, mas quando ela menos espera encontra o jovem Akilin e aí é apresentada ao amor e isso preenche seu coração tão vazio. Ela se deixa envolver, se aproxima, mesmo sem poder falar com o jovem, começa a gostar dele de verdade. Pela primeira vez, depois de 80 anos Kahlen se sente humana novamente, porém a sereia não sabe como viver esse amor, são muitos segredos e obstáculos a serem enfrentados.

20160506_075003

A história é muito bonita, é um livro leve, doce. Li em dois dias, os capítulos fluem de forma agradável e convincente. As outras sereias também são cativantes e indispensáveis para o desenrolar da história. Para quem curte um bom romance, A Sereia é uma ótima opção.

“Talvez o segredo para eu poder seguir em frente não fosse eliminar tudo o que sentia. Talvez só precisasse me concentrar no único sentimento que fazia todos os outros parecerem menores.”

AUTOR(A): Kiera Cass

EDITORA: Seguinte

ANO: 2016

PÁGINAS: 328

NOTA: 4/5

E aí alguém mais aqui é fã da Kiera? Já leram ou estão pensando em ler alguma obra da autora? Me contem aqui nos comentários 😉

Xx

Nathy Monteiro

#ResenhaDupla: Harry Potter – A Câmara Secreta / O Prisioneiro de Azkaban

20160503_074124

Hey Pessoas,

Como vocês já sabem, estou participando do lendo Harry Potter ( relendo no meu caso), projeto da Ju do Nuvem Literária. Eu to lendo junto com o grupo mas não postei a resenha do Câmara Secreta ( lido em março ) e resolvi postar junto com o a do Prisioneiro de Azkaban ( lido em abril ) para ficar tudo completo por aqui 🙂

Harry Potter e a Câmara Secreta

20160503_074230

Harry volta a rua dos Alfeneiros 4, para mais um ano de férias na casa de seus tios trouxas. Como sempre sua estadia é péssima e ele só deseja voltar logo para escola. No dia do seu aniversário de 12 anos nenhum dos seus amigos lembra de enviar cumprimentos, carta ou um bilhete qualquer, esse sem dúvida estava sendo o seu pior aniversário e para completar, seu tio Valter tinha um jantar profissional em casa. Harry como sempre precisava ficar “invisível”, como se não fizesse parte daquela família.

Ao entrar em seu quarto com a intenção de fazer o mínimo barulho possível, Harry é surpreendido por uma criatura de orelhas grandes, olhos esbugalhados verdes do tamanho de bolas de tênis. O nome dele é Dobby, um elfo doméstico que foi lhe pedir para não voltar a escola de magia, pois estaria correndo um grande perigo. Harry claro não dá ouvidos ao elfo e o mesmo arruma um jeito de arruinar o jantar dos tios, com o intuito de proibir que o menino vá a Hogwarts. E claro Dobby consegue, e deixa Harry em uma situação delicada e em um castigo perpétuo com direito a grade na janela e tudo mais.

A sequência da série é ainda melhor, novas artimanhas do mundo mágico são apresentadas e um Harry mais atento e por dentro de sua verdadeira identidade. Outro ponto muito bacana do livro é a amizade com Rony e Hermione, esses se mostram ainda mais leais ao bruxinho, e na minha opinião essa é a grande mensagem do livro.

Esse é o livro onde nos familiarizamos mais com os personagens e o seu mundo mágico. Já estamos adaptados a Hogwarts e isso faz com que a leitura flua melhor. A trama é muito bem construída, com bastante mistério e suspense. É impossível não amar Harry e sua turma.

São as nossas escolhas, mais do que as nossas capacidades, que nos mostram quem realmente somos.

 

AUTOR(A): J.K ROWLING

EDITORA: ROCCO

ANO: 2015

PÁGINAS: 252

NOTA: 5/5

 

Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban

20160503_074142

Harry está sobrevivendo a mais um verão terrível na casa dos tios. Para piorar ainda mais, tia Guida resolveu visitar a família e como uma legítima Dursley, a mulher detesta Potter e faz de tudo para irritar o garoto. E é no meio de um jantar que Guida começa a insultar os pais de Harry e sem conter a raiva ele acaba lançando um feitiço contra tia. Depois ele resolve sair de lá, sem nenhum lugar para ir.

Harry acaba no beco diagonal, depois de uma viagem bem eletrizante. Lá o menino encontra o ministro da magia, que estava lá para proteger Potter de Sirius Black, um perigoso fugitivo de Azkaban e ao que tudo indica está atrás de Harry.

Mesmo com todas essas questões, o menino volta para seu terceiro ano em Hogwarts, mas as coisas estão um pouco diferentes por lá. Harry tem que se esforçar ainda mais nas partidas de quadribol, e ainda tomar muito cuidado com os guardas de Azkaban, que estão por todo o território da escola a procura de Sirius.

Com certeza esse é um dos melhores livros da saga. Harry está crescendo e é notória a evolução só bruxinho. O livro conta também com novos elementos, conhecemos ainda mais Hogwarts e os mistérios que a escola guarda. E o final é de tirar o fôlego, mesmo para quem está relendo.

Pode se encontrar a felicidade mesmo nas horas mais sombrias, se a pessoa se lembrar de acender a luz.

AUTOR(A): J.K ROWLING

EDITORA: ROCCO

ANO: 2015

PÁGINAS: 318

NOTA: 5/5

No final do mês eu volto com a resenha do meu livro favorito da saga 😉

 

XxNathy Monteiro

 

 

#Resenha: Eu te darei o sol

20151031_162337

Sinopse: Noah e Jude competem pela afeição dos pais, pela atenção do garoto que acabou de se mudar para o bairro e por uma vaga na melhor escola de arte da Califórnia. Mal-entendidos, ciúmes e uma perda trágica os separaram definitivamente. Trilhando caminhos distintos e vivendo no mesmo espaço, ambos lutam contra dilemas que não têm coragem de revelar a ninguém. Contado em perspectivas e tempos diferentes, EU TE DAREI O SOL é o livro mais desconcertante de Jandy Nelson. As pessoas mais próximas de nós são as que mais têm o poder de nos machucar.

Hey,

Li esse livro no final do ano passado, mas amei tanto que não podia deixar de resenhar ele aqui. O livro conta a história dos irmãos Noah e Jude, que mesmo sendo gêmeos são totalmente diferentes. Não só na aparência, quanto na personalidade. Jude é “aquele tipo de garota” como ela mesmo se descreve: agitada, surfista, uma completa ‘aborrecente’.  Noah é o oposto da irmã: reservado, tímido e um excelente artista. O menino nasceu para arte. Jude por sua determinação e coragem ganhou a admiração do pai e Noah com seu enorme talento para pintura ficou com toda a atenção da mãe, que é professora de artes.

A relação entre os dois começa a piorar ainda mais depois de um trágico acidente, que afeta muito a vida deles e da família. Para completar ambos vão ter que lidar com um problema chamado amor. Acontece que os dois estavam apaixonados pelo mesmo garoto. E esse é o maior segredo da vida de Noah, o qual ele guarda a sete chaves. A questão é até quando ele vai conseguir esconder isso?

20151031_163309

O que me chamou ainda mais atenção na leitura, foi o tipo de narração utilizada. O mesmo é narrado ora por Noah ora por Jude e não segue uma linha do tempo progressiva, ele vai alternando entre datas e passado e presente de ambos.

O livro é muito mais que um mero romance, a história aborda o relacionamento conturbado de uma família aparentemente comum. A forma que ambos contam suas aventuras me surpreendeu. Os personagens são muito bem construídos e todos os outros secundários tem uma boa relação com a história e contribuem de alguma forma.

20151031_162352

Eu te darei o sol foi o tipo de livro que me fez entender um pouco mais sobre o amor como um todo e como nossos sentimentos e atitudes podem interferir na vida daqueles que estão a nossa volta.

Autor(a): Jandy Nelson

Editora: Novo Conceito

Ano: 2015

Páginas: 384

Nota: 5/5

Prometo que ainda essa semana volto com as resenhas dos desafios 😉

Xx Nathy M

 

 

#Resenha: Uma Curva no Tempo

20151013_150557

Sinopse: Uma Curva no Tempo – A noite do acidente mudou tudo… Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel está desmoronando. Ela mora sozinha em Londres, num apartamento minúsculo, tem um emprego sem nenhuma perspectiva e vive culpada pela morte de seu melhor amigo. Ela daria tudo para voltar no tempo. Mas a vida não funciona assim… Ou funciona?
A noite do acidente foi uma grande sorte… Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel é perfeita. Ela tem um noivo maravilhoso, pai e amigos adoráveis e a carreira com que sempre sonhou. Mas por que será que ela não consegue afastar as lembranças de uma vida muito diferente?

Como prometido, estou de volta e com uma resenha super especial. Uma curva no tempo é aquele tipo de leitura fácil, que te envolve de um jeito surreal e que quando acaba deixa aquela sensação gostosa de quero mais.

O livro conta a intrigante história de Rachel, uma mulher um tanto confusa em relação ao seu destino mais com uma personalidade forte e bastante centrada.  5 anos antes, Rachel encontra os amigos em um restaurante para marcar o início de uma nova fase na vida de cada um deles, afinal eles estavam a caminho da faculdade. No entanto um grave acidente acontece, fazendo com que a vida  de Rachel mudasse drasticamente. 5 anos mais tarde, um novo acidente acontece, fazendo com Rachel não reconhecesse a sua vida atual.

20151013_150617

O livro vai se aprofundando cada vez mais, contando o que aconteceu 5 anos atrás e o que está acontecendo agora na vida de Rachel. E o mais interessante da leitura é que vamos descobrindo junto com a personagem os fatos, o que realmente ela se tornou e o que  acontece atualmente em seu cotidiano.

Vou parar de falar diretamente do livro, por razões óbvias. Não quero estregar a leitura de vocês. Porque esse é o tipo de livro que qualquer fato contado antes, pode acabar com a surpresa e com a genialidade da escrita da história.

O que mais me interessou na leitura foi perceber a evolução da protagonista ao longo da história, Rachel é o tipo de personagem que a gente quer como amiga sabe? É como se ela fosse real e estivesse sentada ao meu lado contando sua história. A construção dos personagens secundários também é brilhante, todos agregam valor a história.

20151013_150522

Sem dúvida Uma Curva no Tempo foi uma grata surpresa e um dos melhores livros que li nos últimos anos. Então se você está á procura de algo mais leve, mas com uma história super envolvente e uma narrativa incrível, este é o livro perfeito.

Autor(a): Dani Atkins

Editora: Arqueiro

Ano: 2015

Páginas: 256

Nota: 5/5

Agora me contem aqui nos comentários, alguém já leu ou tem vontade de ler?

Xx Nathy M.

#Resenha: Nuvens de Ketchup

20150913_181447 Sinopse: Zoe Collins guarda um segredo obscuro e terrível que não ousa confessar a ninguém que conhece, mais um dia ela ouve falar sobre um criminoso no corredor da morte  que sabe tudo  a respeito de segredos. E mentiras. E traição. Desesperada para se abrir com alguém, Zoe pega uma caneta e dá um profundo suspiro. Estas são as cartas que ela escreveu.

Nuvens de Ketchup tinha tudo para ser um dos meus livros favoritos do ano, mas infelizmente ficou só na possibilidade.

Zoe Collins é o nome fictício que a protagonista usa para contar sua história por meio de cartas á um criminoso no corredor da morte. É através dessas cartas que o livro flui. Somos todos leitores da vida de Zoe. Nas cartas ela não só conta o que fez de tão errado no passado, como também fala abertamente do seu cotidiano e da convivência com a família.

A Família da menina não é das mais certinhas. Zoe tem duas irmãs, Sophie e Dot, ambas com algumas questões particulares a serem solucionadas e para completar o drama familiar, seus pais estão passando por uma grande crise no casamento.

20150913_181652

A História vai ganhando força ao longo das páginas, mas confesso que achei o ritmo um tanto quanto lento demais e minha vontade era logo pular para o final e descobrir de uma vez por todas o que Zoe tinha feito de tão errado no ano anterior. A verdade é que o livro tinha tudo para ser e parecia ser um suspense/drama daqueles bem escritos e super empolgantes, mas na realidade é apenas mais um drama adolescente bem clichê, com direito a triângulo amoroso e alguns elementos a mais.

A leitura em si não é ruim, mais não agrega muito.  Se você procura um drama adolescente Nuvens de Ketchup com certeza vai agradar bastante e eu curto bastante esse gênero até, o único problema é que eu esperava outro enredo e por isso a leitura não foi tão empolgante.

20150913_181503

Ps: O ponto alto do livro na minha opinião foi as partes que Dot era citada, a personagem é divertida e bastante perspicaz.

Autor(a): Annabel Pitcher
Editora: Rocco
Ano: 2015 Páginas: 270
Nota: 3/5

E aí alguém já leu ou tem vontade de ler? Me contem aqui. E Quarta eu volto com outra resenha, de um dos melhores livros que li esse ano 🙂

Xx Nathy Monteiro

#Resenha Dupla: Anexos / Ligações


IMG-20150625-WA0017

Hey Pessoas 🙂

Depois de um tempinho sumida nessa categoria, cá estou eu, e com mais uma resenha dupla!

Mais dois livros de romance por aqui e olha que esse, nem é um dos meus gêneros favoritos, mas os livros são da Raibown Rowell e ai a gente abre uma exceção né? rs Por é muito amor por essa moça! Com essas leituras acaba lendo todos os livros da Raibow publicados ate então no Brasil e eu já estou aqui carente querendo ler mais e mais livros dessa mulher maravilhosa! ( Tem resenha do Fangirl aqui )

IMG-20150625-WA0016

Lincoln O’Neil não esperava invadir a privacidade de desconhecidos, quando se candidatou a uma vaga de técnico de informatica em um importante jornal. Ele tinha em mente um trabalho totalmente diferente do real. Lincoln foi encarregado de ler todos os e-mails e mensagens dos funcionários, o objetivo era fiscalizar eventuais crimes, como assédio sexual, preconceito entre outros. Mas ele acaba encontrando uma troca de mensagens frequentes entre a crítica de cinema Beth Fremont e a editora Jennifer Scribner-Snyder, duas amigas que não se importam em falar de suas vidas pessoas nos computadores da redação.

Os e-mails são amigáveis e inofensivos e isso faz com que Lincoln não as dedure e sim se apegando as duas, sem ao menos tê-las conhecido pessoalmente. Ele fica ansioso para encontrar todo dia e-mails delas no filtro, mas ao mesmo tempo Lincoln se sente mal ao invadir a privacidade dos outros. Ele até pensa em avisá-las o que anda encontrando, mas acaba se apaixonando por uma delas sem perceber.

“Toda mulher que um homem que se apaixone por sua alma, tanto quanto por seu corpo.”

O Livro alterna os capítulos entre os e-mails de Beth e Jennifer e o cotidiano de Lincoln. E nos e-mails que vamos ao poucos conhecendo a personalidade das amigas e suas conturbadas relações pessoais.

O que mais me surpreendeu na leitura, foi perceber que a história é sobre o Lincoln, sobre a sua vida, seus medos e senhos, sobre sua insistente busca em ser algo que ele ainda não faz ideia do que seja, sobre seu relacionamento com a mãe controladora e uma ex que continua ‘presente’ em sua vida. Raibow nos guia calmante história adentro, nos fazendo compreender nos apaixonar aos poucos pelo protagonista.

Se você curte um bom romance, bem elaborado e leve, Anexos é a pedida certa!

Autor: Raibow Rowell

Editora: Novo Século

Ano: 2014

Páginas: 368

Nota: 4/5

IMG-20150625-WA0013

Um romance mais carregado, sentimentos demais, uma personagem densa e “distraída” em relação ao casamento e as escolhas que há no pacote. É com essas características que Raibown Rowell tenta fisgar de vez um público mais “adulto”, e na minha opinião ela conseguiu. Mesmo com um dilema a ser resolvido, o livro transcorre de forma divertida e inusitada, sem contar que o leitor pode perceber muitas semelhanças com a realidade. Eu pelo menos me identifiquei bastante em alguns diálogos e situações.

Georgie, seu marido Neal e as filhas super fofas Alice e Noomi, são apresentados como uma família de filme americano, feliz e tranquila. Mas ao poucos o leitor vai percebendo algumas falhas nesta relação familiar. A principio parece ser algo bem comum nesse tipo de leitura, um enredo clássico, mas a conexão entre os personagens é tão sincera que acaba sendo o ponto alto do livro.

A família estava planejando uma viagem de Natal, tudo estava em perfeita harmonia até Georgie receber a oportunidade de trabalha que aguardava desde sempre. Neal e Georgie acabam divergindo em suas prioridades, sendo a dela a família e a dela o trabalho. Mas esse é apenas mais um detalhe que desandou nessa relação. E é muito complicado dizer o que deve ser feito e qual opção seguir.

Neal acaba viajando sozinho com as meninas e é ai que Georgie começa a perceber que pode ter arruinado tudo. E no desespero de tentar consertar o erro ela acaba se apegando a um telefone “diferente” que ainda está no seu quarto de solteira na casa da mãe. O telefone antigo e amarelo, faz com que Georgie comunique-se com o Neal que conheceu tempos atrás. De início parece uma loucura e na realidade é, mas é isso que faz a leitura ainda mais interessante.

Georgie é uma personagem que eu gostei logo na primeira página do livro, tem alguns defeitos, mas é encantadora e carismática. Ela é roteirista de séries de comédia, porém poucas vezes consegui imaginá-la sendo uma personagem cômica, pelo contrário ela passa a impressão de ser uma pessoa atordoada. E é muito interessante ver a personagem caindo em si e percebendo o que andava fazendo de errado, e que muitas vezes o errado é a coisa mais certa a se fazer.

“ Não era esse sentido da vida? Encontrar alguém com quem compartilhá-la? E se você já acertou nisso, o que mais poderia dar errado? Se você estivesse ao lado da pessoa que ama mais que tudo no mundo, o resto não acabaria sendo só cenário?”

Gostei tanto da leitura que terminei em menos de dois dias, quando me dei conta já estava nos agradecimentos e com uma saudade enorme de Georgie.

Autor: Raibow Rowell

Editora: Novo Século

Ano: 2015

Páginas: 304

Nota: 5/5

Espero gostem e se alguém já leu algum desses livros ou tem vontade ler, me conte aqui nos comentários 🙂

Xx Nathy M.

Novidades!!!!!


news

Hey Pessoas 🙂
 
Sei que estou super ausente daqui, peço mil desculpas mais muita coisa aconteceu nesse meio tempo. E como tirei férias a pouco tempo decidi dar uma atenção extra para o blog. Então teremos novidades a partir dessa Semana!
 
Para começar o um  layout LINDO feito pela maravilhosa e talentosa Talita Marques e em breve em uma das novas categorias terá um post especial sobre o trabalho dessa linda.
To preparando novas categorias também, algumas vão continuar com posts mais frequentes e alguns detalhes só.
 
Confere aí as novidades:
 
1) Resenha da Semana: A tradicional resenha semanal que quase nunca sai hahaha. Mas dessa vez vai rolar e será uma coluna semanal em um dia fixo e jajá ela reestreia por aqui com um livro MARAVILHOSO.
 
2) Devaneios da Nathy: Mais uma coluna que já existia porém não era organizada e nem tinha nome, mais se trata apenas dos meus textos, poemas e afins hahaha.
 
3) Coluna da Luana: Outra coluna que já existe aqui com os textos maravilhosos da Luana e que não pode ficar de fora nunca né.
 
4) Música Boa: Cantinho para falar dos novos talentos e dos não tao conhecidos da nossa musica nacional. E aqui conto com a ajuda de vocês também quem tiver alguma dica de artista ou banda nacional é so escrever para mim no nathalyaturismo@gmail.com que o seu texto e sua dica vai aparecer por aqui. Vou abrir algumas exceções também para algumas dicas internacionais, mais serão poucas rsrs.
 
5) Séries do Coração: Espaço para falar sobre as minhas series favoritas e algumas dicas também, e peço a colaboração aqui também com dicas dos seriados que andam assistindo. Aguardo o e-mail de vcs no nathalyaturismo@mail.com 🙂
 
6) Filmes do Mês: Dicas e informações dos filmes que eu e a Lu assistimos durante o mês ou dos que queremos assistir
 
7) Vi por aí e gostei: Categoria aberta para dicas em geral das coisas interessantes que rolam pela internet entre outros.
 
Bom é mais ou menos isso.
Espero que gostem das novidades e aguardo os comentários e sugestões  de vocês e se alguém quiser participar de alguma forma do blog é só me mandar um e-mail no nathalyaturismo@gmail.com, será um prazer ter gente nova por aqui 🙂
 
:*
 
Nathy Monteiro